NOTÍCIAS




 

 

O Projeto Verena, executado no Brasil por meio de acordos de cooperação entre o SENAI e o SENAC do Rio Grande do Norte com a Câmara de Indústria e Comércio de Trier, da Alemanha (EIC Trier), foi oficialmente encerrado nesta segunda-feira (09), em Natal - com balanço positivo e perspectivas de futuras parcerias, no horizonte, focadas em energias e hidrogênio a partir de fontes renováveis.

A sinalização foi dada pelo cônsul Honorário da Alemanha na capital, Axel Geppert, durante a cerimônia em que foram apresentados resultados colhidos nos últimos seis anos.

A criação de novas metodologias e o redesenho de cursos de qualificação profissional para os setores de energias renováveis e turismo do Rio Grande do Norte - que se tornaram referência para o Nordeste e o Brasil - investimentos em infraestrutura para a educação profissional, além da troca de experiências e o desenvolvimento de tecnologias em áreas como eletromobilidade estão entre os avanços registrados a partir da iniciativa.

O primeiro carro elétrico do estado, um buggy, da indústria potiguar de veículos Selvagem, está sendo concebido dentro do projeto pelo Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), do SENAI, o Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Em 2018, marcando o encerramento da primeira fase do projeto, o Verena ficou em primeiro lugar no Prêmio Nacional de Turismo (PNT), promovido pelo Ministério do Turismo, na categoria Qualificação e Formalização no Turismo. O Hotel Escola Senac Barreira Roxa conquistou, também a partir de inovações promovidas dentro da cooperação internacional, duas certificações inéditas no Brasil na área de sustentabilidade.

"Esse é um projeto com vários desdobramentos, um pequeno embrião que plantamos lá atrás e que está dando frutos, trazendo desenvolvimento sustentável para a região", disse o cônsul Honorário da Alemanha em Natal, Axel Geppert. "E as perspectivas que a gente escuta da Alemanha para o futuro são de que o Brasil está no foco, especialmente na área das energias e do hidrogênio, então podemos dizer hoje que o Verena está se encerrando, mas que acredito que novos projetos estão vindo por aí", acrescentou o cônsul, durante discurso no evento.

A cerimônia de encerramento do projeto contou com a participação de consultores alemães que coordenaram as iniciativas no estado, assim como dos presidentes dos Sistemas FIERN e Fecomércio RN, Amaro Sales de Araújo e Marcelo Queiroz, aos quais o SENAI e o SENAC, respectivamente, são ligados.

Impulso

Presidente do Sistema FIERN e do Conselho Regional do SENAI-RN, Amaro Sales ressaltou a importância da parceria com a Alemanha, com a Fecomércio e também com o governo do estado para potencializar duas das principais atividades econômicas potiguares: a energia e o turismo.

"A gente apostou que essa parceria ia dar certo. E aqui está o fruto que estamos colhendo. Esse encerramento é uma etapa. Temos que construir outras, Rio Grande do Norte-Alemanha", disse Sales, destacando como estratégicos os papeis que o CTGAS-ER e o ISI-ER desempenham, respectivamente, para a formação de profissionais e o desenvolvimento de inovações e tecnologias ligadas à sustentabilidade.

"No novo momento que a gente vive, em que o hidrogênio será a energia do futuro e o RN exportará energia para o mundo. Temos que aproveitar esse momento, quando falta energia no mundo, temos que aproveitar o conhecimento da Alemanha, o conhecimento que está sendo criado nos nossos centros e acreditar na parceria com instituições importantes, como o Sistema Fiern, o Sistema Fecomércio e o governo do estado".

Sales também observou que há espaço para novos desdobramentos no âmbito da Coere, Comissão Temática de Energias Renováveis, da FIERN, criada dentro do projeto e desde o início do ano presidida por ele.

A comissão reúne sindicatos e diversas instituições locais e nacionais de peso em um fórum de discussões, acompanhamento e proposições mensais sobre a atividade no país. "Acredito muito no que a gente ainda poderá fazer", acrescentou o presidente.

Turismo

Presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz também destacou os resultados do projeto Verena, classificado por ele como "uma revolução para o fortalecimento do turismo".

"Nós tivemos acesso a metodologias e processos inovadores, redesenhamos cursos, vencemos um prêmio nacional de turismo na categoria qualificação", enumerou e complementou: "Entendemos que é com uma postura colaborativa, propositiva e inquieta que se constrói o futuro. E foi isso que fizemos nos últimos seis anos, por meio do Projeto Verena. Ainda temos um caminho a trilhar, mas, certamente, podemos dizer que o futuro chegou mais rápido para o turismo do Rio Grande do Norte. E isso é fruto do trabalho de todos nós que estivemos envolvidos no Projeto", declarou Queiroz.

Por meio da parceria com a Fecomércio RN, o projeto teve como objetivo principal promover o crescimento econômico no setor de turismo e hospitalidade no Rio Grande do Norte, sendo executado com base em cinco pilares: Certificação por competência, baseado no Sistema Dual de Ensino; Desenvolvimento e Aperfeiçoamento de cursos nas áreas de turismo e hospitalidade; Consolidação do Hotel-Escola Senac Barreira Roxa como centro educacional e hotel de excelência e sustentável; Consolidação de plataformas de diálogo voltados ao desenvolvimento do turismo nos âmbitos estadual e local; e Implementação do Programa de Desenvolvimento Econômico Local - DEL Turismo.

Matthias Fuchs, coordenador do projeto pela EIC Trier, também frisou o êxito das ações desenvolvidas no estado e que há atividades programadas até o final do ano dentro da Cooperação. "Conseguimos realizar muito nos últimos anos e ainda temos alguns meses pela frente, para terminar com beleza o projeto", disse ele. Andreas Dohle, coordenador do projeto no Brasil, também chamou a atenção para os resultados, entre eles, "a educação e a livre economia se comunicando".

Emerson Batista, diretor regional do SENAI-RN, Rodrigo Mello, diretor do CTGAS-ER e do Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis, e Amora Vieira, coordenadora do projeto pelo SENAI-RN também participaram do evento. Pelo Senac RN, estiveram na cerimônia o diretor regional, Raniery Pimenta, o coordenador do Verena na instituição, Marcelo Milito, entre outros executivos.

Outro destaque na cerimônia foi a entrega de certificados à parte da turma aprovada no Programa de Certificação por Competência do Senac RN para profissionais que atuam como auxiliar de cozinha. A certificação foi criada no âmbito do Projeto Verena. No SENAI-RN, o programa certifica profissionais que instalam sistemas fotovoltaicos, os sistemas que geram energia solar, e deve ser ampliado para outras profissões.

Representantes do projeto também participaram, durante a cerimônia, da inauguração dos pontos de abastecimento para veículos elétricos no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa.

 

 





Comentários