NOTÍCIAS





Iguanas são comuns de serem encontradas nas residências
Foto: Semdes

O serviço de resgate de animais silvestres em área urbana realizado pelo Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) vem se intensificando devido à demanda cada vez maior no registro dessas espécies encontradas dentro de residências. Ainda nesta quarta-feira (08), os guardas municipais efetuaram o resgate de três animais em locais distintos, compreendendo os bairros de Tirol, Capim Macio e Ponta Negra.

 

As ações resultaram no resgate de um timbu e duas iguanas adultas que tiveram as condições de saúde avaliadas pelos guardas municipais e depois devolvidas à natureza, sendo realizada a soltura na Zona de Proteção Ambiental 01, onde se encontra inserido o Parque da Cidade do Natal.

 

De acordo com o coordenador do Gaam, Isaac Cruz, praticamente todos os dias há registro de ocorrências relacionadas a resgate de animais silvestres em áreas urbanas de Natal, o que se deve muito a extensa faixa de ZPAs compreendida na área municipal possibilitando proteção a diversas espécies da fauna que muitas vezes entram em região urbanizada.

 

"Esse é um trabalho de proteção e preservação da fauna que vem sendo realizado pela Gaam diuturnamente. São diversas ocorrências atendidas no mês, e na maioria delas acionadas por populares que solicitam o apoio. Isso também mostra que uma boa parte da sociedade está mais consciente e atende a importância da preservação da vida desses animais", comentou Isaac.

 

O trabalho realizado pelos guardas municipais compreende o resgate dos mais variados tipos de espécies como jiboia e outras serpentes com peçonha ou não, a exemplo das cobras coral e a cobra verde. Outros animais também entram na relação de resgates como o tamanduá, timbu, iguana, raposa, cágado, sagui, além de aves como coruja, gaviões, uruatu, entre outros.

 

Ao realizar os resgates os animais passam por uma avaliação de saúde e estando em condições saudáveis são devolvidos à natureza. Já aqueles resgatados com ferimentos são conduzidos aos órgãos responsáveis pelo tratamento e, após a recuperação, são soltos de acordo com a avaliação veterinária.

 

Qualquer cidadão que se deparar com algum animal silvestre fora do seu habitat pode solicitar o apoio do GAAMGMN através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) ligando para o número 190.





Comentários