NOTÍCIAS




Nesta quinta-feira (10), a Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas) realizou uma série de ações de distribuição de cestas básicas para as famílias que estão em vulnerabilidade social, econômica e temporária. Os benefícios fazem parte das diretrizes estabelecidas pelo governo municipal para o período de isolamento social, em decorrência da pandemia do novo Coronavírus.


A atividade contemplou diversas categorias profissionais que foram afetadas economicamente pela Covid-19 e instituições sociais, dentre elas, o Conselho Comunitário do Village de Prata; Garçons / Sind. Dos Trabalhadores em Bares e Restaurantes; Instituto Norte Rio Grandense de Desenvolvimento Social e Lar Fabiano de Cristo.


Foram distribuídas 500 cestas básicas, beneficiando cerca de 2 mil pessoas. "Destacamos que a entrega de cestas básicas para famílias natalenses durante a pandemia, demonstra o zelo da gestão municipal com a população. Nesse momento de pandemia foi elaborado o plano de distribuição de cestas, onde beneficiou diversas famílias em todo o município. Essa cesta tem produtos como: café, óleo, arroz, macarrão, dentre outros", destaca o titular da Semtas, Adjuto Dias. "Essas ações ajudarão a suprir as necessidades momentâneas das famílias natalenses", reforça.


Os critérios para que as famílias recebam o benefício são estabelecidos pelos profissionais que atuam à frente da pasta, como reforça o diretor do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB), Cristiano Manoel. "Sabemos que estamos vivendo um momento delicado por consequência da pandemia, porém, nosso trabalho não para e estamos atendendo às famílias em vulnerabilidade social com a distribuição das cestas".

Acão

A distribuição de hoje contou com recursos próprios e doações recebidas pela Campanha Vacina Solidária. A campanha Vacina Solidária consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis doados pela população natalense em uma rede de solidariedade formada para ajudar as pessoas que mais precisam neste momento de instabilidade econômica devido à pandemia do novo coronavírus. Os pontos de arrecadação estão sendo nos drivers de vacinação e nas Unidades Básicas de Saúde que também vêm aplicando a vacina contra a Covid-19.





Comentários