NOTÍCIAS




Nesta sexta-feira (05) será promovido café da manhã, às 9h, no Hotel Vila do Mar para explicar as intenções da iniciativa A novela Flor do Caribe – exibida na Rede Globo – estampa em boa parte de suas cenas as belezas naturais do Rio Grande do Norte e, por conseguinte, o turismo do Estado potiguar. Então, por que não associar o título da novela às belezas do estado e vender o turismo do RN com a marca de que “nós somos a Flor do Caribe”? A ideia é despertar no imaginário do turista a associação com as cenas gravadas no RN e a oportunidade dele conhecer aquilo de perto. Há muito o turismo potiguar é elogiado dentro e fora do país. O que surgiu agora é uma marca a ser explorada comercialmente – e bem – tendo em vista a mídia gratuita veiculada na novela em rede nacional. Para tornar essa associação mais conhecida e incentivar o potiguar a divulgar essa marca, o trade turístico promoverá a caminhada A flor do Caribe é aqui neste domingo, durante o projeto Viva Costeira, coordenado pela Secretaria de Estado do Turismo. A iniciativa visa mostrar o RN como a Flor do Caribe nas mídias, redes sociais e, principalmente, no contato direto com o público-alvo do projeto. Para tanto, será promovida uma coletiva de imprensa durante café da manhã nesta sexta-feira, às 9h, no Hotel Vila do Mar. “A ideia é colocar o maior número de pessoas vestidas com camisas remetendo ao RN: A Flor do Caribe e assim despertar a curiosidade e atenção de quem esteja no evento”, ressaltou Emanuelle Barreto, coordenadora do Pólo Praia da Costeira. Para o secretário de Estado do Turismo, Renato Fernandes, “com o advento da novela Flor do Caribe, o RN tem uma oportunidade ímpar de massificar no imaginário do turista o desejo de conhecer um lugar paradisíaco de um povo acolhedor. Temos que injetar no pensar dos agentes turísticos do Estado que precisamos vender essa imagem em todas as ações e peças publicitárias que empreendermos em favor desse segmento. Esse movimento no consolidado Viva Costeira, é o despertar de um novo momento. Vamos todos vestir essa camisa!” O público alvo inicial é quem trabalha diretamente no turismo: hoteleiro, bugueiro, funcionários dos meios de hospedagem, das agências de viagens, dos receptivos, guias de turismo, das locadoras de carro, dos bares e restaurantes, dos turismólogos, dentre outros. Fazer com que esses envolvidos diretamente no setor conheçam melhor a ideia de associar o estado à marca da novela como potencial catalisador deste segmento econômico. Toda esta linha de ações tem por finalidade aproveitar o momento importante que o RN vive na mídia nacional e que, da forma correta, tem – e deve – ser explorado pelo setor turístico do Rio Grande do Norte, que se configura em um dos principais do segmento econômico da capital e do Estado potiguar.





Comentários