NOTÍCIAS




O prefeito Carlos Eduardo saiu da audiência com o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, em Brasília, com a garantia dos R$ 4 milhões para as obras de recuperação do calçadão de Ponta Negra que desabaram devido ao avanço do mar. Os recursos para a obra estão empenhados e agora a prefeitura precisa encaminhar o Plano de Trabalho para que o dinheiro seja liberado e as obras iniciadas. Apesar da boa notícia, o ministro Fernando Bezerra pediu ao prefeito que tomasse todas as providências imediatamente para fazer logo as obras. “Os recursos estão alocados há mais de seis meses em fase da urgência da realização dos serviços e não pode mais ficar esperando”. Segundo o ministro explicou ao prefeito Carlos Eduardo e ao secretário de Obras, Rogério Mariz, que o acompanhou na audiência, que a pressão por recursos da Defesa Civil tem aumentado em função dos estragos causados pelas chuvas na região Sudeste e vários prefeitos têm procurado o governo federal em busca de recursos para recuperar os estragos. Há 20 dias no cargo, o prefeito Carlos Eduardo pediu um voto de confiança do Ministério da Integração e prometeu ao ministro iniciar logo as obras e pediu ao secretário Rogério Mariz que apresente logo o Plano de Trabalho necessário para que os recursos sejam liberados. “Vamos começar o mais rápido possível essa obra porque precisamos recuperar aquela área que é um cartão postal da cidade e não podemos perder esses recursos”, disse o prefeito. Na semana passada, a Prefeitura entregou ao Ministério Público Federal e Estadual o projeto de reestruturação do calçadão de Ponta Negra feito a partir de laudos elaborados por peritos que assessoram o Ministério Público para evitar que o avanço do mar continue destruindo a calçada. Na ocasião ficou acertado que os representantes da prefeitura e dos ministérios público federal e estadual se reuniram novamente amanhã (23) já com a análise dos projetos pelos peritos para que a obra possa ser retomada assim que o Ministério da Integração aprovar o Plano de Trabalho, já que R$ 1 milhão já foi repassado para a Prefeitura. Baldo Carlos Eduardo também solicitou recursos para a recuperação do Viaduto do Baldo que está interditado pelo risco que apresenta. A obra está orçada em cerca de R$ 2 milhões e a Prefeitura ficou de encaminhar um ofício solicitando os recursos com as justificativas.





Comentários