NOTÍCIAS




Piloto potiguar estreia em competição que tem moldes europeus de disputa O piloto Victor Uchôa estreia nesta semana na temporada 2013. O potiguar disputa, a partir da próxima quinta-feira (24), o Super Kart Brasil, competição que acontece no Kartódromo de Interlagos em São Paulo. A prova segue até domingo. Kartista experiente no cenário nacional e internacional, apesar de ter apenas 12 anos, Uchôa tem como objetivo conquistar o título em Interlagos, uma das poucas pistas brasileiras que o potiguar ainda não conseguiu o lugar mais alto do pódio. “Interlagos é uma pista clássica do automobilismo brasileiro. Já corri cerca de oito vezes lá e ainda não consegui um título. É um local que se torna mais difícil, porque é o local de treinamento de boa parte dos pilotos dos melhores pilotos do país. Mas acredito que dessa vez será possível. Se não for, o pódio também é uma grande vitória”, comenta o kartista, que destaca o nível organização do Super Kart Brasil, como um dos possíveis triunfos. “É uma prova nos moldes europeus de disputa. Tem até mesmo uma câmera on-board, que pode ter as imagens solicitadas pelos comissários técnicos, para evitar dúvidas”, salienta. A experiência também é uma qualidade que deixa o kartista otimista para a prova. O piloto está em temporada de despedida na prova Super-Cadete e já conhece bem os seus adversários da categoria. Para conseguir um bom resultado, Victor conta com o apoio das marcas Potigás, Hotel Sombra e Água Fresca, Livraria Câmara Cascudo, Faculdade dos Guararapes, Casa Norte Atacado e RN Vida. “Graças a Deus, temos marcas fortes acreditando no nosso projeto, para esse ano de 2013. Vamos à busca dos nossos objetivos, passo a passo. Tem muita coisa boa esse ano, Campeonato Brasileiro, Nordeste e, principalmente, estamos planejando o retorno à Europa. A cada corrida, a gente pensa sempre em buscar a vitória, por mais difícil que seja, mas se conseguir repetir os resultados da temporada passada, quando fui ao pódio em todas as provas, será novamente de grande valia”, planeja o kartista, que terá, em Interlagos, os equipamentos Mittag (motor) e Mini (chassi), além da preparação de Dudu Tchê. “É uma equipe que confio muito”, resume. Apesar do momento de otimismo, Victor Uchôa lamenta o maior baque da carreira: o início da demolição do Kartódromo de Natal. Enquanto não se tem uma definição sobre a construção de um novo espaço para a modalidade, o piloto não terá um local para realizar treinamentos. O kartódromo mais próximo é o de Paulista (PE), à 300km de Natal. “Acredito muito na sensibilidade da Governadora Rosalba Ciarlini, que tem sempre se mostrado atenciosa com as questões do esporte e sensata em suas decisões. O Rio Grande do Norte está em crescente no kartismo. Tem muito piloto bom representando o Estado, como Johilton Pavlak, Guilherme Barreto, Gabriel Aguiar e Gabriel Rebouças, que também vai competir no Super Kart Brasil. Com certeza, acredito que sairá uma solução rapidamente”, prevê Victor Uchôa. Outra preocupação vivida no kartismo é a possibilidade dos mecânicos que trabalham diariamente no Kartódromo trocarem de profissão, fato que dificultaria ainda mais o surgimento de novos pilotos, já que a experiência desses profissionais é fundamental para a preparação dos veículos. Entretanto, espera-se uma solução para a questão, já que foi firmado, em 2011, um compromisso entre a Governadora Rosalba Ciarliani e o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Cleyton Pinteiro, para a construção de um novo kartódromo em Natal.





Comentários