NOTÍCIAS




No primeiro semestre de 2013, o Hospital e a Academia da Polícia Militar estão incluídos entre os parceiros do Instituto do Legislativo Potiguar-ILP no Projeto Assembleia na Copa e no Projeto Recomeçar. Essa parceria vai possibilitar a instalação de cursos de inglês e espanhol na instituição militar, além da cessão das de aula e do laboratório para o funcionamento dos cursos de informática. Para tratar dos termos do convênio de cooperação a ser celebrado, o diretor de ensino da PM, coronel Wellington Alves, foi recebido pelo professor Mizael Barreto, diretor do ILP, ocasião em que ouviu uma exposição das atividades ofertadas pelo instituto. O Hospital da Polícia Militar foi apontado pelos organizadores da Copa de 2014 como referência para o atendimento da equipe responsável pelo evento, a exemplo do que ocorreu quando da visita do Papa João Paulo II. De acordo com o diretor de ensino da PM, “essa parceria com a Assembleia Legislativa, via ILP, vem atender uma necessidade da instituição de capacitar seu quadro em idiomas, tendo em vista ser um evento de caráter mundial”. A parceria com a Polícia Militar é resultado da proposta de expansão dos projetos Assembleia na Copa e Recomeçar, recomendada pelo deputado Ricardo Motta, presidente da Assembleia Legislativa, e que está sendo executada pelo ILP. Além da PM, será também firmado convênio de cooperação com a Arquidiocese de Natal-Seminário de São Pedro, que vai aderir aos cursos de inglês do projeto Assembleia na Copa. São ainda parceiros nesse projeto entidades de bairros como a Associação dos Moradores de Ponta Negra e o Conselho Comunitário do bairro de Candelária, as escolas estaduais Imperial Marinheiro, no bairro Nordeste, e a Soldado Luiz Gonzaga, no bairro Nazaré, e também a Uern-Complexo Cultural de Natal. No primeiro semestre de 2013, o ILP vai oferecer 28 cursos nos projetos Assembleia na Copa e Recomeçar, com a abertura de 479 vagas. As inscrições estarão abertas a partir do dia 15 de janeiro e as aulas têm início previsto para o dia 04 de março. Assembleia Legislativa





Comentários