NOTÍCIAS




Em 19 de julho comemorou-se o centenário da professora Noilde Ramalho, um ícone da educação norte-rio-grandense.
Ela foi idealizadora do projeto educacional da, então, Faculdade para o Desenvolvimento do Rio Grande do Norte (FARN), hoje, Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN). Porém, delegou a missão de formular, implantar e conduzir (até hoje) a gestão da Instituição ao médico e professor Daladier Pessoa Cunha Lima, em razão de sua vasta experiência como reitor da UFRN no período de 1987 a 1991.

Além disso, fundou, em 1987, o Colégio Henrique Castriciano, que, atualmente, integra, junto com a Escola Doméstica, o Complexo de Ensino Noilde Ramalho.

Nos artigos que escreve quinzenalmente para o jornal Tribuna do Norte, o reitor do UNI-RN, professor Daladier Pessoa Cunha Lima, dedicou um, especialmente, ao centenário de Noilde Ramalho. O artigo foi publicado no último dia 09 de julho. Nele, Daladier destaca a importância e a inegável contribuição da educadora para a cultura e educação norte-rio-grandenses.

"Foi uma missão grandiosa em tempo e nas incontáveis realizações, a maior parte no campo educacional", escreveu Daladier.

Em face das limitações decorrentes da Covid-19, a Liga de Ensino do Rio Grande, que integra o UNI-RN e o Complexo de Ensino Noilde Ramalho, e sob a presidência do doutor Manoel de Brito, adiou as comemorações alusivas ao centenário, mas espera realizá-las ainda este ano.





Comentários