NOTÍCIAS




Neste domingo (06), se encerraram as festividades e o ciclo natalino na cidade de Natal. Como é tradição, a conhecida Procissão de Santos Reis, co-padroeiros de Natal, percorreu as ruas do bairro e arrastou cerca de 15 mil cristãos.

 

 

O prefeito Álvaro Dias esteve presente durante toda cerimônia de encerramento. As 16h, a procissão partiu do santuário e por 3,5km, percorreu as ruas de Santos Reis, Rocas e Praia do Meio. As 18h, teve início a missa campal celebrada pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha.

 

 

"É uma procissão tradicional. Nós cristãos, estamos aqui participando para fazer valer a tradição de uma das maiores procissões de Natal. As famílias participam fervorosamente desse ato religioso e de fé", disse o prefeito.

 

 

"O dia de Santos Reis é uma data que une os aspectos culturais, históricos e religiosos. É com alegria que mantemos essa tradição de mais de quatro séculos", disse o padre do Santuário Santos Reis, Cláudio Luiz de Carvalho.

 

 

No trio elétrico, o ministério de louvor da paróquia Santos Reis "Escuta a Voz de Deus", comandou toda a animação dos fiéis que cantavam as canções que exaltavam os Santos. Dezenas de ônibus com caravanas de todas as regiões da cidade chegavam para esse momento de fé e espiritualidade.

 

 

"Além da procissão, temos o título de cidade presépio dos santos Reis Magos, Baltasar, Gaspar e Belchior. Por isso, devemos nos sentir felizes e buscar a história na mensagem dos Reis", disse Dom Jaime.

 

 

Após quase duas horas de missa campal, Dom Jaime encerrou com a oração de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira de Natal.

 

 

Minha boa Mãe do Céu, Nossa Senhora da Apresentação,

que, aos três anos subistes as escadarias do Templo para vos consagrardes inteiramente a Deus,

praticando assim o ato de religião o mais agradável ao Senhor,

seja-vos também agradável,

a nossa homenagem,

a nossa consagração.

 

 

Consagrastes ao Senhor,

ó Rainha do Céu,

o vosso espírito e vosso coração,

em flor de infância,

o vosso corpo e todas as potências do vosso ser pelo sacrifício total,

o mais generoso e desinteressado,

pela mais solene imolação que o mundo já viu,

antes da imolação do Calvário.

 

 

Nós, aqui na terra de exílio,

unimos aos espíritos celestes

que assistiram a esta augura cerimônia

que é como prelúdio de todas as vossas festas

e com eles e todos os santos

cantamos as glórias

da vossa Apresentação benditíssima.

Amém.

 





Comentários