NOTÍCIAS




Preenchimento de vagas para os segundo e terceiro escalões vai seguir critérios técnicos e afinação com projeto do governo

Com ministros, Bolsonaro discute revisão de imóveis da União e pente-fino em conselhos


Racionalização da máquina pública foi o tema central da primeira reunião do presidente da República, Jair Bolsonaro, com toda a equipe ministerial. Como medidas imediatas, o governo vai fazer um pente-fino nos conselhos da administração pública direta e revisar os imóveis em nome da União.

Em entrevista após a reunião, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o levantamento nos aproximadamente 700 imóveis da União tem como objetivo possibilitar a venda. "Isso [os imóveis] significa um custo com manutenção", ressaltou. Ele disse ainda que os imóveis alugados pela União também serão revisados. Para Onyx, nessa questão, "há um contrassenso absoluto".

Critérios
A forma de preenchimento de vagas para o segundo e terceiro escalões do governo também foi alinhada entre o presidente e os ministros. O ministro-chefe da Casa Civil disse que serão respeitados critérios técnicos e afinação com o projeto do governo. Para as nomeações, cada ministro dará a palavra final após avaliar a indicação. Onyx também afirmou que serão avaliadas as liberações de recursos, exonerações e nomeações realizadas nos últimos 30 dias do governo anterior.

Pente-fino
Pelo levantamento inicial feito pelo governo, existe um excesso de conselhos na administração direta; em muitos, as atribuições se sobrepõem. "Todos eles têm um volume muito grande de pessoas que trazem custos para administração pública e são conselhos que têm quase que a mesma função", ponderou.

Fonte: Planalto Foto: Marcos Corrêa/PR





Comentários