NOTÍCIAS




Franquia que surgiu da iniciativa de três irmãos espera fechar 2018 com 50 unidades

Uma escola de robótica que teve suas primeiras aulas ministradas dentro de um apartamento virou um case de sucesso. A Buddys teve sua história iniciada em 2013 e hoje a rede já fatura R$ 1,5 milhão por ano. A iniciativa de três jovens empreendedores agora busca alcançar novos mercados, como os das regiões sul, sudeste e centro oeste. A expectativa é abrir 50 unidades até 2018.

"Ensinar programação e robótica é o futuro das escolas. O aluno se desenvolve de forma individual. O legal é que se valoriza muito mais a interação entre professor e aluno, com isso potencializa o aprendizado em um ambiente colaborativo e que estimula a criatividade", conta Marlon Wanderllich, CEO da empresa, sobre o modelo de negócios da rede.

Para atrair interessados em investir em uma franquia da Buddys, os irmãos prezam pelo diferencial das escolas de robóticas e programação, além de entregar um modelo de negócio enxuto. "Se for olhar o mercado, observará a enorme quantidade de concorrência para franquias de escola de idiomas, por exemplo. De tecnologia e robótica, quase não temos", explica Wanderllich.

Atualmente, a rede conta com três unidades próprias e dez franqueadas. Para ajudar no processo de expansão da Buddys, os irmãos contaram com a ajuda do primo Breno Leles. O objetivo é alcançar as 50 unidades pelo Brasil até 2018. "Queremos abrir unidades nas regiões sul, sudeste e centro oeste. Por isso, buscamos empreendedores que acreditam que podem transformar a educação no país com tecnologia", explica Leles.

Raio X da Franquia

Investimento total: 140 a 170 mil

Taxa de franquia: 30 mil já incluso no investimento total

Prazo de retorno do investimento: de 24 a 30 meses

Faturamento médio mensal: 40 a 50 mil

Lucro mensal: 25 e 40%

Capital de giro: 25 mil já incluso no investimento total

 





Comentários