NOTÍCIAS




O lançamento da terceira edição do projeto Tribunal do Júri, do curso de Direito do UNI-RN, aconteceu na última terça-feira no hotel Imirá Plaza, com a presença de dois grandes nomes do jurídico brasileiro, o jurista Rogério Greco e o promotor Augusto Azevedo, que exploraram os temas "Sistema Prisional no século XXI" e os "Atuais desafios do Juri Popular"


A simulação do júri popular, principal atividade do projeto Tribunal do Júri, ocorrerá no dia 15 de setembro, nos turnos manhã e tarde, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes.

Entenda o projeto

O Projeto Tribunal do Júri do UNI-RN consiste em simular, de forma fidedigna, um júri popular. Na prática, o principal objetivo do projeto é aperfeiçoar a oratória e trazer aos discentes uma experiência mais próxima da realidade do que venha a ser o júri popular. Além disso, o Projeto estimula nos discentes o estudo do Direito Penal e do Direito Processual Penal de uma forma dinâmica, levando seus conhecimentos jurídicos para dentro da simulação. Nesse sentido, o projeto espera contribuir para a argumentação jurídica bem como conjugar a teoria e a prática, acarretando, dessa forma, em uma adequada postura profissional ética.

A simulação ocorre dentro do plenário do Fórum com duas equipes, que atuam de forma antagônica, e ambas contarão com a presença de um professor-orientador que fará a assistência de toda a pauta a ser discutida até o dia da simulação. Durante o evento, sete jurados decidem qual das equipes foi mais convincente em seu poder de argumentação. Os jurados serão escolhidos dentre a plateia. A votação dos escolhidos será feita dentro de uma sala antes do início da simulação.

O Projeto Tribunal do Júri, de caráter inovador no UNI-RN bem como no estado do Rio Grande do Norte, tem por objetivo a contribuição de conhecimentos jurídicos para que estes sejam postos em prática, trazendo aos discentes um cenário da vida profissional.

O projeto tem na sua coordenação o professor Rasland Luna, e é organizado por alunos do curso de Direito, que integra uma comissão organizadora, tendo à frente o estudante Omar Tavares Guerreiro Neto.





Comentários